Evangelho do dia 22 de abril de 2021

 

Eu sou o pão vivo que desceu do céu; quem comer este pão viverá para sempre; e o pão que darei é a minha carne para a vida do mundo ”. João 6:51

Jesus estava começando a despertar as emoções de alguns na multidão. Eles começaram a ridicularizá-Lo porque Ele havia dito que era o “pão que desceu do céu”. Assim, muitos dos que procuraram Jesus na esperança de outra refeição milagrosa de graça começaram a murmurar entre si e a ridicularizá-Lo. Como resultado, Jesus começou a falar de forma ainda mais clara e chocante. Ele então foi ainda mais longe e disse que Ele não é apenas o “pão vivo que desceu do céu”, mas que aqueles que querem “viver para sempre” também devem comer Sua “Carne”.

Como você teria reagido a tal afirmação se estivesse entre as pessoas da multidão? Considere o fato de que você teria visto recentemente, com seus próprios olhos, o milagre da multiplicação dos pães e dos peixes. Portanto, você deve ter percebido que Jesus era alguém especial, para dizer o mínimo. Mas como você teria reagido a esta declaração de Jesus, “e o pão que eu darei é a minha carne para a vida do mundo”, se você a tivesse ouvido falar naquela época? Muito provavelmente, sua reação teria sido a mesma que você tem agora ao ensino da Santíssima Eucaristia.

Muitos que ouviram Jesus falar dessa maneira podem ter pensado que era algo incomum de se dizer. Alguns teriam reagido fortemente, enquanto outros teriam reagido com indiferença. Mas alguns teriam uma reação totalmente diferente. Alguns teriam ouvido Jesus falar essas palavras novas e chocantes, teriam percebido que não entenderam totalmente o que Ele queria dizer, mas teriam acreditado profundamente por causa do dom da fé. De alguma forma, eles sabiam, no fundo de suas consciências, que realmente precisavam comer a Carne d’Aquele que desceu do Céu, visto que Ele era de fato o Pão da Vida.

Acreditar na Eucaristia, no fato de que estes dons tangíveis e visíveis da Hóstia Sagrada e do Sangue Precioso são, de fato, o Corpo e o Sangue, a Alma e a Divindade do Filho Eterno de Deus, só pode acontecer através do interior e transformador dom da fé. De que outra forma você pode acreditar em tal ensino? De que outra forma você poderia acreditar que essas palavras do Evangelho de hoje se tornaram realidade? E que a recepção da Santíssima Eucaristia é o caminho para a vida eterna? O dom da fé na Santíssima Eucaristia é a única forma de compreender, aceitar e crer profundamente no que nosso Senhor disse neste Santo Evangelho.

Reflita, hoje, sobre Jesus falando estas palavras santíssimas pela primeira vez: “… o pão que darei é a minha carne para a vida do mundo”. Ao refletir em espírito de oração sobre essas palavras, pondere até que ponto você acredita nelas. Qual é a profundidade da sua fé na Santíssima Eucaristia? A Eucaristia é o cumprimento desta passagem, e nosso divino Senhor o convida a não apenas crer em Suas sagradas palavras, mas a permitir que esta verdade o transforme de maneiras além do que você poderia imaginar.

Meu Senhor Eucarístico, Tu és verdadeiramente o Pão da Vida, e todos aqueles que comerem a Tua Carne e beberem o Teu Sangue herdarão a vida eterna. Eu acredito nisso, querido Senhor. Creio que a Santíssima Eucaristia és Tu, Tua Alma e Divindade, que me foi dada para que eu possa compartilhar da Tua vida santa. Dá-me a graça de que necessito para aprofundar a minha fé na Santíssima Eucaristia, a fim de ser mais profundamente atraído para as alegrias do Teu Reino Eterno. Jesus eu confio em vós.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *